Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Deep With Me

Deep With Me

Dezasseis luas (12/16)

Olhei para baixo onde nos unia mos,  prendi a respiração, movendo-me  devagar... devagar...

Comecei a aumentar o ritmo, investidas fortes, se calhar demasiado.

Mas a sua respiração ofegante pedia mais, quase uma súplica... seus olhos pediam mais, seus arquejos pediam mais...

Minha e só minha... só para mim...

Dezasseis luas (11/16)

Encaixados um no outro. Um perfeito encaixe. Abertos, vulneráveis um ao outro...

Só importava aquele momento, tudo o resto parecia mesquinho agora.

O amanhã não era garantido, havia só o agora.

Ergueu-se. Colocando as mãos nos meus joelhos, expondo; abrindo-me mais...

Dezasseis luas (10/16)

- Olha para mim e só para mim... era o que lhe pedia.

O prazer era visível em todo o seu corpo mas na sua cara... os olhos certados, a morder o próprio lábio... os gemidos...

Aumentava as investidas cada vez mais... mais rápido... mais forte.

Ela agarrava-me os braços, marcando os com as unhas e rodeava a minha cintura com as suas pernas.

Dezasseis luas (9/16)

Deixei-me levar pelo orgasmo sentindo as suas vagas de prazer.

Abro os olhos e só nessa altura reparo nas suas mãos sobre as minhas.

Aquela ligação, um magnetismo.... só nosso...

Guiou-me até à cama e deitou-me, onde nos tornamos um só novamente....

Dezasseis luas (8/16)

Não há forma de descrever. O suor espalhado pela face, os lábios por vezes a serem mordidos, a respiração ofegante, os gemidos, os olhos ora fechados ora fixados em mim...

É um deleite ver a sua silhueta, as mãos apoiadas na parede, o perfil dos seios, o rabo agora avermelhado....

Um prazer leva-la a loucura, ao limite e ainda assim continuar...

Sinto-a contrair e sobreponho as minhas mãos sobre as suas...

Dezasseis luas (7/16)

Virou-me de costas para ele e penetrou-me, preenchendo-me.

Uma mão segurava o meu cabelo e ao mesmo tempo o puxava, com a outra beliscava um mamilo ou uma palmada no rabo.

O ritmo frenético, os fluidos, os sons dos meus gemidos, os seus gemidos, as palmadas, as investidas...

Perto de perder o controlo. Sim. Muito perto.

Dezasseis luas (6/16)

Os beijos desfaziam-me e as minhas mãos percorriam todo o seu corpo.

Ajoelho-me e começo a lambe-la e chupa-la.

Entre gemidos vai me dizendo o que quer e como quer.

Quando achei que era hora de parar... pediu mais.

Dezasseis luas (5/16)

Preenchi o espaço que nos separava  pressionando o meu corpo contra ele; como se não estivéssemos próximos o suficiente.

Enfiando os meus dedos no seu cabelo enquanto as suas mãos deslizam pelo meu pescoço até ao peito.

Os seus beijos deixam-me estonteada e as sensações que me invadem deixam todo o meu corpo em êxtase. 

Beijos aprofundam-se e a sua erecção palpita sobre mim.

...

Agitada. Não consigo dormir.

Tiro a roupa e deito-me novamente.
Estou a percorrer a barriga com a mão e quando dou por mim uma sensação eléctrica eriça-me os pêlos.

Tenho na mão na zona púbica com um dedo a pressionar o clítoris.

A tua imagem surge na minha mente. A tua respiração sobre mim.

Inspiro.

Um calor percorre todo o meu corpo; como um arrepio.

Busco a fonte desse calor e insiro um dedosem mim.

Toco-me e continuo a tocar, inserindo um segundo dedo; ergo os joelhos permitindo mais profundidade.

Não consigo não me tocar. O corpo implora por mais.

Estímulo-me mais; estando agora com a outra mão a friccionar o clítoris.

Contraio e contorço perante tais sensações prazerosas.

Repito e insisto; o orgasmo está iminente.

Fecho os olhos.

Os teus olhos percorrem a minha face, o meu peito...
As tuas mãos abrem mais as minhas pernas...
Sinto-te a ceder sobre mim...

E sou invadida por uma onda de prazer...

Dezasseis luas (4/16)

Uma bela tortura despi-la... ela está de pé a um metro de mim. Dei um passo em frente e ela um atrás, ficando encostada a parede.

Avancei e ficamos a meros centímetros. Coloquei as mãos apoiadas na parede, lado a lado da sua cabeça.

Sem qualquer aviso, a sua boca estava na minha com ânsia e desejo.

Quando se afastou, os dentes prenderam-me o lábio inferior mas apenas para voltar para mais.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub